...


porto . 30.4.2006

Hoje não vou trabalhar.
Hoje vou atar pontas soltas para começar um novo ciclo.
Hoje vou ter um dia diferente.
Hoje já foi ontem.
Hoje já foi ontem demasiadas vezes.
Hoje espero que seja diferente.
Hoje espero que não seja um dia a repetir.
Hoje não vou trabalhar.

2 comentários:

polegar disse...

hoje foi ontem demasiadas vezes. mas hoje não é como ontem. hoje é de mãos dadas. nunca te esqueças.

colher de chá disse...

adorei este post, querido. adorei. na melancolia tb encontramos qq coisa de bonito, de conforto e de calor interior. fico triste contigo, ao teu lado. mas hoje, hoje transformaste-te em poeta.