gueto


east-end . londres . 1.5.2006

prometeram-me um gueto à chegada.
ia de mochilas às costas no "free bus".
(coisa de tuga ir de autocarro sem pagar... :) )
cheguei lá e não parecia muito.
será de eu ter vivido a vida toda num subúrbio?
mas as ruas eram limpinhas.
a população era multicultural mas não parecia agressiva.
e as casas tinham um aspecto industrial de sec. XIX mas para o limpinho.
no quarto/sala/atlier (recentemente aspirado e ainda com restos de uma festa de anos pelo tecto) havia uma cama de casal com cobertores, um edredon e na almofada flores de plástico e sugus.
lindo.
a vista da janela era para uma cidade viva.
mas foi uma desilusão.
não havia tiros, marginais ao pontapé, rusgas policiais e afins.
só o que o desenho mostra.
fui enganado.
quero o meu dinheiro de volta.

obrigado S., R., M., C., A. e aos 2 peixes sobreviventes.

foi um semana e tanto.

1 comentário:

polegar disse...

os peixes....!

como é possível uma gente que é incapaz de guardar umas calças na gaveta ou deitar o lixo fora (haviam garrafas da passagem de ano naquela casa) ter tanto cuidado com os peixes???

delicioso. eu não queria outra casa... nem outro bairro :)